Para todos os gostos

Salão do Automóvel de Buenos Aires apresenta EcoSport, Equinox, Kwid e muito mais

Mostra argentina abre as portas hoje ao público para exibir as principais novidades do setor, entre elas três modelos de peso que vão agitar diferentes segmentos no Brasil

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 09/06/2017 18:51 Pedro Cerqueira /Estado de Minas


Pedro Cerqueira/EM/D.A Press

De Buenos Aires - De hoje ao dia 20, as principais novidades do setor automotivo estarão pelos corredores do La Rural, na 8ª edição do Salón Internacional del Automóvil de Buenos Aires. Para o mercado brasileiro foram mostrados poucos, mas importantes modelos, como o SUV Chevrolet Equinox, o Renault Kwid e o Ford EcoSport reestilizado.

Pedro Cerqueira/EM/D.A Press

A grande estrela do salão foi o pequeno Renault Kwid. O atributo? Preço! O modelo, que já tem pré-venda aberta (mas só deve chegar em agosto), tem preço inicial de R$ 29.990, na versão Life, que vem com rodas de aço de 14 polegadas, airbags frontais e laterais, Isofix para fixação de cadeirinhas infantis no banco traseiro e pré-disposição para rádio.
A versão seguinte é a Zen, por R$ 34.990, que acrescenta direção com assistência elétrica, ar-condicionado, travas e vidros elétricos dianteiros. Com o pacote de opcionais com rádio e Bluetooth, esta versão sai por R$ 35.390. Já a Intense, que custa R$ 39.990, tem ainda retrovisores elétricos, faróis de neblina, Media Nav 2.0, câmera de ré, abertura elétrica do porta-malas, rodas Flexwheel e chave canivete.


O Kwid tem 3,68m de comprimento e 2,42m de distância entre-eixos. O porta-malas tem 290 litros de volume. Apesar da altura em relação ao solo de 18cm, o hatch compacto está longe de ser o SUV que a Renault quer que você acredite que ele é. O pequeno usa o motor 1.0 SCe de três cilindros, com 66cv (gasolina)/70cv (etanol) de potência e 9,4kgfm (g)/9,8kgfm (e) de torque. O consumo urbano é de 15,2km/l com gasolina e 10,5km/l com etanol.

Pedro Cerqueira/EM/D.A Press

Pedro Cerqueira/EM/D.A Press

MEXICANO No estande da Chevrolet, quem deu as caras pela primeira vez na América do Sul foi o SUV Equinox, que chega ao Brasil em outubro, via México. De acordo com a marca, trata-se do seu utilitário-esportivo mais vendido no mundo. No Brasil, o modelo será lançado no último trimestre do ano e será posicionado entre o Tacker e o Trailblazer. Sob o capô, um motor 2.0 turbo de 262cv de potência promete desempenho empolgante. A tração é integral e o câmbio automático de nove marchas. O interior é espaçoso, o assoalho é plano e há saída de ar-condicionado para o banco traseiro.

Pedro Cerqueira/EM/D.A Press

Pedro Cerqueira/EM/D.A Press

E não é só performance que a Chevrolet promete para o modelo. Conforto, tecnologia, conveniência e conectividade também fazem parte do pacote, que será único, versão Premier. Entre os principais equipamentos disponíveis, destaque para: frenagem automática de emergência; banco do motorista com alerta de segurança, que, na iminência de um acidente, vibra para alertar o condutor; faróis de LED capazes de perceber a aproximação de outros veículos e desativar automaticamente a luz alta para evitar o ofuscamento; tampa do porta-malas acionada por sensor de movimento, bastando passar o pé sob o para-choque traseiro para abri-la; teto solar elétrico panorâmico; assistente de estacionamento semiautônomo; alerta de ponto cego nos retrovisores externos; acionamento remoto do motor; e regulagem elétrica e memória do banco do motorista.
Pedro Cerqueira/EM/D.A Press

O terceiro principal destaque do Salão de Buenos Aires é o Ford EcoSport reestilizado, que ganhou mais que novas linhas. O modelo chega ao mercado brasileiro com dois novos motores flex, o 1.5 três-cilindros e o 2.0 GDI, o mesmo do Focus. O problemático câmbio Powershift foi substituído pelo mesmo automático do Fusion. O interior foi completamente renovado: painel softtouch e bancos novos, mas o destaque é a tela de oito polegadas capacitiva, que comanda o sistema multimídia Sync 3. O EcoSport reestilizado chega ao mercado brasileiro em agosto e a ideia é ser competitivo, para brigar pela liderança.
No estade da Volkswagen, o que interessa para o Brasil são os modelos Tiguan AllSpace, que é a carroceria de sete lugares fabricada no México e que chega no primeiro trimestre de 2018; a Amarok V6, que chega ainda este ano; e o Golf reestilizado, mostrado na versão esportiva R, que não será vendida no Brasil. De resto, a marca mostrou sua gama de veículos, com destaque para o up! reestilizado, que acaba de chegar a Argentina.

Pedro Cerqueira/EM/D.A Press

A Toyota já não nega a possibilidade da chegada do C-HR no mercado brasileiro. A justificativa usada agora é que a marca estuda a importação do modelo, que só é fabricado na Turquia. Porém, a Toyota já escolheu a versão que seria trazida, a de motorização híbrida, com o mesmo conjunto do Prius. A marca japonesa também mostrou uma série especial da Hilux, na Argentina chamada de Limited, que no Brasil terá outro nome.

Pedro Cerqueira/EM/D.A Press

O destaque da Honda para o mercado argentino é o Fit, que acaba de chegar via México. Os esportivos ASX e o Civic Type R figuravam como carros de exibição, mas é bem verdade que os japoneses estudam trazer este último modelo para o Brasil.
E falando em Mercedes-Benz, a marca da estrela de três pontas mostrou pela primeira vez na América do Sul dois conceitos da Classe X, que dará origem à sua picape média, que, assim como a Renault Alaskan, é derivada na nova geração da Nissan Frontier.
Pedro Cerqueira/EM/D.A Press

A Fiat não tem novidades para o Brasil, já que o Argo foi lançado no nosso mercado recentemente. Em meio a carros-conceito já mostrados no Salão de São Paulo, como o Mobi e a Toro, a marca italiana expôs o sedã Tipo fabricado na Turquia. O sedã serve como uma prévia do X6S, que será fabricado na Argentina em 2018, que nada mais é que o Argo três-volumes, que chega ao Brasil no primeiro semestre do próximo ano. O três-volumes terá maior distância entre-eixos em relação ao Argo e um porta-malas que promete ser o maior do segmento. As portas traseiras também terão novo corte e a tampa do porta-malas será inspirada no Tipo.

Pedro Cerqueira/EM/D.A Press

Outra atração no estande da Fiat é a edição especial da picape Toro, denominada Blackjack. Com vários elementos externos e internos pintados em preto e faróis com máscara negra, a nova versão chega ao mercado brasileiro em agosto. Ela será equipada com o novo motor 2.4 Tigershark flex, de 186cv de potência e 24,9kgfm de torque quando abastecido com etanol. A transmissão é automática de nove velocidades.

Pedro Cerqueira/EM/D.A Press

A Nissan mostrou o conceito Frontier Attack, que revela alguns elementos de design que serão usados na versão de produção, que só deve dar as caras por aqui no segundo semestre de 2018. O trabalho é assinado pelo estúdio de design do Brasil. A marca também apresentou o SUV Kicks, que chega ao mercado argentino via México.
Já a Citroën anunciou que vai vender o furgão Jumpy no Brasil. O veículo chega ao país em outubro para brigar com os rivais Mercedes-Benz Vito e Renault Master. O mesmo modelo também figurava no estande a marca irmã Peugeot com o nome Expert.
Pedro Cerqueira/EM/D.A Press

Pedro Cerqueira/EM/D.A Press
 

* Jornalista viajou a convite da Anfavea

Tags: internacional mostra vrum cerqueira pedro argentina aires buenos de automóvel do salao

Encontre seu veículo

Últimas notícias

ver todas
22 de agosto de 2017
21 de agosto de 2017