Melhorou, mas é bem caro

Fiat Uno Way 2017 fica mais esperto com novo motor 1.3, mas tem preço salgado para um compacto

Versão aventureira do hatch da marca italiana ganha um tapa discreto no visual, mas traz como principal destaque a motorização, mais eficiente. Pena que o câmbio não ajuda

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 15/05/2017 11:01 Enio Greco /Estado de Minas

As mudanças na frente se resumiram à nova grade e para-choque, além da retirada dos quadradinhos - Jair Amaral/EM/D.A Press As mudanças na frente se resumiram à nova grade e para-choque, além da retirada dos quadradinhos
 

A Fiat anda um tanto quanto enfraquecida no segmento dos hatches compactos, no qual perdeu a liderança para o concorrente Chevrolet Onix. A reação virá com o lançamento do Argo, no fim do mês, mas nem por isso a montadora deixou de lado seus modelos que ainda dão resultado de vendas. É o caso do Uno, que apesar de ser um projeto antigo, passou por discreta reestilização e ganhou motores da nova família Firefly. Testamos a versão aventureira Way 1.3, que mostrou ganhos no desempenho e ainda traz novos equipamentos. O câmbio é “muxibento”, com engates imprecisos, e o preço pode chegar nas alturas.

A versão aventureira ganhou novas opções de rodas aro 14 polegadas e manteve os adereços - Jair Amaral/EM/D.A Press A versão aventureira ganhou novas opções de rodas aro 14 polegadas e manteve os adereços

A atual geração do Fiat Uno foi lançada em 2010 e já vinha carecendo de novidades, pois a concorrência se modernizou e trouxe novidades para o segmento. Para tentar diminuir a diferença, a Fiat mexeu no Uno e o resultado foi interessante em alguns aspectos. No visual, o hatch compacto mudou quase nada. Perdeu os quadradinhos estampados na dianteira, que eram sua identidade, mas ganhou nova grade e para-choque. Alterações bem discretas. A versão aventureira Way ganhou novas rodas de liga leve de 14 polegadas e manteve os adereços já conhecidos.

 

 

ESPERTO O principal destaque do Uno Way está realmente sob o capô. O novo motor quatro-cilindros 1.3 Firefly deu nova dinâmica ao hatch. Construído com materiais mais leves e melhor eficiência térmica, o propulsor deixou o carrinho mais ágil no trânsito urbano, com bom torque em baixas rotações, proporcionando arrancadas rápidas. Na estrada desenvolve-se bem, com retomadas de velocidade seguras, graças também ao bom escalonamento das cinco marchas do câmbio. O ponto negativo aí são os engates imprecisos e o curso longo da alavanca, que parece sambar de um lado para o outro.

A traseira foi mantida, sem alterações no visual - Jair Amaral/EM/D.A Press A traseira foi mantida, sem alterações no visual

Associado ao novo motor, o Uno Way ganhou outros quesitos que ajudam a torná-lo mais econômico, como pneus com baixa resistência ao rolamento, bomba d'água e alternador mais eficientes e o sistema start/stop, que desliga o motor quando o carro para, e o religa quando o motorista pisa no pedal da embreagem. Para quem não gosta do recurso, o sistema pode ser desligado em uma tecla no painel. O start/stop é item de série no Uno, mas na unidade testada parecia ter vontade própria e em alguns momentos não fazia o motor funcionar, nem mesmo pisando na embreagem. Uma mensagem no painel com os dizeres “start/stop não disponível” causava tensão.

Sistema Rádio Connect é bem simples, sem tela tátil, e demora a fazer o pareamento do celular - Jair Amaral/EM/D.A Press Sistema Rádio Connect é bem simples, sem tela tátil, e demora a fazer o pareamento do celular

Outro recurso que contribui para o Uno ficar mais econômico e fácil de dirigir é a direção com assistência elétrica e o sistema City, com tecla no painel que permite torná-la ainda mais leve em manobras. Com tudo isso, a Fiat garante que o Uno ficou 17% mais econômico. No nosso percurso de teste, o computador de bordo do compacto registrou uma média de 9,7km/l na cidade e 13,9km/l na estrada, com gasolina. Com etanol, as médias foram de 6,5km/l na cidade e 12,7km/l na estrada. Em cidades mais planas, certamente o Uno deve se mostrar ainda mais econômico.
Banco traseiro com cintos de segurança de três pontos retráteis e três apoios de cabeça - Jair Amaral/EM/D.A Press Banco traseiro com cintos de segurança de três pontos retráteis e três apoios de cabeça

ELETRÔNICA Em termos de tecnologia, o Uno Way agora traz como opcionais os controles de estabilidade e tração, além do assistente de partida em rampa. O carrinho ficou mais agradável de dirigir, com a direção bem calibrada e suspensões que garantem boa estabilidade em curvas. É um hatch mais durinho, transferindo bem as irregularidades do solo para o interior, causando desconforto quando sobre pisos irregulares.

Porta-malas tem apenas 280 litros, mas é compatível com o tamanho do hatch - Jair Amaral/EM/D.A Press Porta-malas tem apenas 280 litros, mas é compatível com o tamanho do hatch

Por dentro, tem bom espaço para quatro pessoas, e o banco traseiro conta com encosto bipartido e apoios de cabeça e cintos de segurança retráteis para três ocupantes. O volante tem regulagem apenas em altura, mas conta com comandos de acesso ao computador de bordo e aos sistemas de áudio e telefonia. O painel segue o padrão dos carros compactos da marca, com visor de fundo preto e tela digital que parece um pequeno celular. O porta-malas não é dos maiores, mas é compatível com o tamanho do carro. O acabamento interno exagera no plástico, que aparenta ser de boa qualidade e bem montado.

BEM CARO O Uno Way 1.3 2017 tem preço que parte de R$ 49.120, com câmbio manual. Se o cidadão optar pelo câmbio automatizado GSR e todos os opcionais, vai pagar cerca de R$ 59 mil. Preço bem salgado para um modelo compacto. Mesmo assim, ele ainda é mais barato que seu concorrente mais próximo, o Chevrolet Onix Activ 1.4, que começa de R$ 58.490. É muita grana para carros tão pequenos e nem tão modernos.

 

CONECTIVIDADE Quem gosta de sistema multimídia mais moderno terá que investir um pouco mais ao comprar o Uno Way 1.3. É que a versão testada estava equipada com o Rádio Connect, que é um sistema bem simples, sem tela tátil e nem navegador. Porém, os comandos são feitos por meio de botões e com isso é fácil chegar às funções desejadas. O sistema conta com Bluetooth (com streaming), rádio e entradas USB e auxiliar. E a versão trazia ainda volante com comandos de áudio, telefone e computador de bordo. Se você quiser o Fiat Live On (de conectividade via Bluetooth, com rádio e aplicativo para smartphones com sistema IOS e Android) suporte retrátil e entrada USB para carregamento, terá que optar pelo kit de opcionais Tech Live On, que custa R$ 4.868.


O motor quatro-cilindros 1.3 deu  mais agilidade ao compacto na cidade e na estrada - Jair Amaral/EM/D.A Press O motor quatro-cilindros 1.3 deu mais agilidade ao compacto na cidade e na estrada

FICHA TÉCNICA

MOTOR
Dianteiro, transversal, quatro cilindros em linha, 1.332cm³ de cilindrada, oito válvulas, que desenvolve potências de 101cv a 6.000rpm (gasolina) e 109cv (etanol) a 6.250rpm e torques de 13,7kgfm (g) e 14,2kgfm (e) a 3.250rpm

TRANSMISSÃO
Tração dianteira, com câmbio manual de cinco marchas
A versão vem equipada com pneus de uso misto na medida 175/65 R14 - Jair Amaral/EM/D.A Press A versão vem equipada com pneus de uso misto na medida 175/65 R14

SUSPENSÃO/RODAS/PNEUS
Dianteira, independente, do tipo McPherson, com braços oscilantes inferiores transversais e barra estabilizadora; e traseira semi-independente, com eixo de torção/ 5,5x14 polegadas em aço (liga leve opcional) /175/65 R14

DIREÇÃO
Do tipo pinhão e cremalheira, com assistência elétrica

FREIOS
A disco na dianteira e tambor na traseira, com ABS e distribuição eletrônica de frenagem (EBD)

CAPACIDADES
Do tanque, 48 litros; porta-malas, 280 litros; e de carga útil (passageiros mais bagagem), 400 quilos

PESO
1.057 quilos

DIMENSÕES
Comprimento, 3,82m; largura, 1,65m; altura, 1,55m; entre-eixos, 2,37m, altura livre do solo, 0,19m

DESEMPENHO
Velocidade máxima de 172km/l (gasolina)/177km/h (etanol)
Aceleração até 100km/h em 10,8s (g)/10,1 (e)

CONSUMO AFERIDO PELO INMETRO
Consumo cidade 12,8km/l (g)/9,1km/l (e)
Consumo estrada 14,0km/l (g)/10,1km/l (e)



EQUIPAMENTOS

DE SÉRIE
Ar-condicionado, direção elétrica com função City, brake light e sinalização de frenagem de emergência, faróis de neblina, função Lane Change para auxiliar o comando de seta, computador de bordo, vidros elétricos dianteiros com one touch e antiesmagamento, trava elétrica nas portas com acionamento automático a 20km/h, computador de bordo A e B, volante multifuncional, barras longitudinais no teto, detalhes internos na cor grafite, faróis com máscara negra, molduras das caixas de roda na cor cinza, frisos laterais das portas com inscrição Way, lanternas traseira com acabamento fumê, retrovisores externos com luzes indicadoras de direção, sistema Start&Stop, chave canivete com telecomando de abertura e fechamento de portas e vidros elétricos, rádio RDS com entrada auxiliar e entrada USB para MP3/WMA.

OPCIONAIS
Câmbio Dualogic, kit Comfort (banco traseiro bipartido, cinto traseiro central retrátil de três pontos, regulagem de altura do banco do motorista, terceiro apoio de cabeça do banco traseiro, porta-óculos, alças de segurança traseiras retráteis, console porta-objetos no teto, comando interno de abertura do porta-malas e da tampa do combustível) e Kit Tech Live On (sistema de conectividade via Bluetooth com rádio e aplicativo para smartphones com sistema IOS e Android), suporte retrátil e entrada USB para carregamento, HillHolder+ESC ASR, retrovisores externos elétricos com função Tilt Down (rebatimento automático do retrovisor direito ao acionar a ré), vidros elétricos traseiros com one touch e antiesmagamento, alarme antifurto, sensor de estacionamento traseiro com visualizador gráfico, rodas de liga leve 5.5 x 14" exclusivas WAY pneus de uso misto 175/70 R14).


QUANTO CUSTA
O Fiat Uno Way 1.3 tem preço sugerido de R$ 49.120, mas com os opcionais chega a R$ 54.188. Com o câmbio automatizado GSR é vendido por R$ 53.830 a R$ 58.232 (completo).



Notas (0 a 10)

Desempenho 8
Espaço interno 7
Porta-malas 7
Suspensão/direção 7
Conforto/ergonomia 7
Itens de série/opcionais 7
Segurança 7
Estilo 7
Consumo 9
Tecnologia 7
Acabamento 7
Custo/benefício 7

Tags: motor novo greco enio minas de estado vrum teste way uno fiat

Encontre seu veículo
O ano inicial não pode ser maior que o ano final.
O preço inicial não pode ser maior que o preço final.

Refinar busca

Últimas notícias

ver todas
28 de dezembro de 2015
26 de dezembro de 2015
13 de dezembro de 2015
09 de dezembro de 2015
07 de dezembro de 2015