Quebra-galho: novo Volkswagen Tiguan de 7 lugares peca pela falta de espaço

Com versões de 5 e 7 lugares, segunda geração do SUV médio chega ao Brasil no fim de maio com preços que variam entre R$ 124.900 e R$ 179.990

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 11/04/2018 16:55 / atualizado em 12/04/2018 13:11 Pedro Cerqueira /Estado de Minas

Volkswagen/Divulgação

De São Paulo* - É com o sobrenome Allspace que a segunda geração do Volkswagen Tiguan chega ao Brasil, importado do México. A partir do final de maio nas concessionárias, o modelo é o primeiro de uma série de cinco SUVs que a marca alemã pretende despejar no nosso mercado até 2020, parte do plano de retomar a liderança em breve. O Tiguan é um veículo completamente novo, mas sua principal novidade é a versão para sete ocupantes.

Linhas retas, vincos e volumes sugerem força e dinamismo - Volkswagen/Divulgação Linhas retas, vincos e volumes sugerem força e dinamismo

Com maior comprimento e entre-eixos, além de linhas retas, vincos e volumes, o novo design sugere força e dinamismo, deixando para trás o visual de jipinho urbano. As novas dimensões do Tiguan são 4,70m de comprimento (um acréscimo de 27,4cm em relação à geração anterior), 1,84 de largura (mais 3cm), 1,66 de altura (menos 7mm) e 2,79 de entre-eixos (18,5cm). Construída sobre a plataforma modular MQB, a carroceria leva aço de ultra e alta resistência, incluindo estampagem a quente, que resultam em melhor performance de segurança e maior oferta de conteúdo tecnológico.

Novo Tiguan Allspace ganhou 27,4cm de comprimento e 18,5cm de entre-eixos - Volkswagen/Divulgação Novo Tiguan Allspace ganhou 27,4cm de comprimento e 18,5cm de entre-eixos

5 LUGARES Como as dimensões das versões de cinco e sete lugares são as mesmas, assim como o espaço interno disponível, é preciso diferenciar a experiência a bordo de cada uma. Como era de se esperar, o crescimento do modelo resultou em significativo ganho de espaço para o Tiguan de 5 lugares. Além de ter espaço de sobra para os passageiros, o porta-malas tem volume de 710 litros (240 litros a mais que a geração anterior), e ainda guarda o estepe de uso temporário. É preciso apenas fazer uma ressalva quanto ao passageiros traseiro central, que não vai bem acomodado porque o túnel do assoalho é bastante alto. Outra característica interessante é a flexibilidade dos bancos. O de trás pode ser rebatido em três partes, e o do carona também pode ser dobrado, formando uma superfície plana.

Mesmo sacrificando espaço dos passageiros dos bancos às frente, ocupantes da terceira fileira viajam sem conforto - Volkswagen/Divulgação Mesmo sacrificando espaço dos passageiros dos bancos às frente, ocupantes da terceira fileira viajam sem conforto

7 LUGARES No caso das versões de sete lugares, o acesso à terceira fileira de bancos, assim como o espaço disponível são ruins. Após rebater a fileira de bancos do meio, o espaço para entrar é limitado. Mesmo apertando os passageiros das fileiras à frente, o espaço para pernas é apertado, situação agravada pelo assento extremamente baixo em relação ao assoalho, deixando os passageiros que viajam ali bastante desconfortáveis. Nesta situação, o volume do porta-malas é pequeno, 216 litros, contra 686 litros quando a terceira fileira está recolhida sob o assoalho.

Com a terceira fileira, porta-malas é de apenas 216 litros - Volkswagen/Divulgação Com a terceira fileira, porta-malas é de apenas 216 litros

MAQUINAS São dois conjuntos mecânicos. As versões de entrada trazem sob o capô o motor flex 1.4 TSI (turbo), com 150cv de potência (a 5.000rpm) e 25,5kgfm de torque (de 1.400rpm a 3.500rpm), em conjunto com câmbio automatizado de dupla embreagem com seis marchas. As suspensões combinam McPherson na dianteira e Four-link na traseira, que proporcionam um nível maior de conforto e estabilidade.

Painel de instrumento digital só está disponível na versão topo de linha R-Line - Volkswagen/Divulgação Painel de instrumento digital só está disponível na versão topo de linha R-Line

Já a versão de topo tem foco no desempenho, com motor 2.0 TSI (turbo) a gasolina de 220cv (de 4.300rpm até 6.200rpm) e 35,7kgfm (de 1.600rpm a 4.200rpm), além de câmbio automatizado de dupla embreagem com sete velocidades. Mesmo pesando 1.785kg, o veículo acelera até os 100km/h em 6,8 segundos, alcançando a velocidade máxima de 223km/h. Mas a esportividade não para aí. Esta versão ainda tem tração integral 4Motion, que resulta em melhor estabilidade. Ainda é possível escolher entre quatro modos de condução: normal, neve, off road e off road individual.

A partir da versão Comfort, passageiros da segunda fileira de banco contam com mesinhas - Volkswagen/Divulgação A partir da versão Comfort, passageiros da segunda fileira de banco contam com mesinhas

PREÇO E CONTEÚDO Quanto ao conteúdo, o Tiguan Allspace 250 TSI (R$ 124.900) traz de série seis airbags, controles de tração e estabilidade, rodas de liga leve de 17 polegadas, rack de teto e frisos externos na cor preta, sistema Discover Media com tela de 8 polegadas e navegação, sensores dianteiros e traseiros de estacionamento, freio de estacionamento eletromecânico com função auto hold, volante multifuncional com aletas para troca manual de marcha, retrovisor fotocromático, faróis de neblina com função cornering light, controle de pressão dos pneus, sensor de chuva e ar-condicionado digital de três zonas. O pacote seguinte é o Comfortline 250 TSI (R$ 149.990), que, além dos sete lugares, acrescenta rodas de 18 polegadas, rack de teto e frisos externos cromados, bancos em couro com aquecimento, banco do motorista com ajustes elétricos e três memórias, faróis e lanternas de LED e câmera de ré.

Com todos os assentos rebatidos, assoalho é plano e é possível levar objetos longos - Volkswagen/Divulgação Com todos os assentos rebatidos, assoalho é plano e é possível levar objetos longos

Já a versão de topo R-Line 350 TSI (R$ 179.990), além de motor mais potente e alguns elementos estéticos exclusivos, tem rodas de19 polegadas, bancos em couro Viena, revestimento do teto em preto, painel de instrumentos digital de 12,3 polegadas, reconhecimento de pedestres, sistema de proteção aos passageiros, controle adaptativo de velocidade e distância, seleção de perfil de condução com 8 ajustes, faróis de LED com assistente dinâmico de farol alto, abertura do porta-malas Easy Open, assistente de estacionamento, assistente de descida e acesso ao veículo e partida do motor com chave presencial.

Versão Comfort, de 7 lugares, com a terceira fileira recolhida: porta-malas de 686 litros - Volkswagen/Divulgação Versão Comfort, de 7 lugares, com a terceira fileira recolhida: porta-malas de 686 litros

O único opcional disponível em todas as versões é o teto solar panorâmico, que acrescenta R$ 4 mil. Uma pré-venda do modelo já está aberta no site oficial da Volkswagen, e dura até o dia 27 de abril. A estratégia da marca para o mercado brasileiro é multiplicar as vendas do Tiguan por dez, o que significa um volume anual de 14 mil unidades. O novo SUV médio tem garantia de três anos.

 

* Viajou a convite da Volkswagen

Versão R-Line tem visual diferenciado - Volkswagen/Divulgação Versão R-Line tem visual diferenciado

Tags: geração segunda allspace tiguan vw volkswagen lançamento cerqueira vrum

Encontre seu veículo

Veículos

Últimas notícias

ver todas
20 de julho de 2018
19 de julho de 2018
18 de julho de 2018