Já rodamos no T-Cross, o novo SUV da Volkswagen que terá estreia mundial no final do mês

Com dimensões compactas, bom espaço interno, motores 1.0TSI e 1.4 TSI, além de câmbio automático de seis marchas, o VW T-Cross chegará ao mercado somente em 2019

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 03/10/2018 12:14 / atualizado em 03/10/2018 17:32 Enio Greco /Estado de Minas


De Indaiatuba (SP)* - Que se cuidem os SUVs compactos atualmente comercializados no Brasil. Vem aí o Volkswagen T-Cross, um dos  20 novos modelos que a marca alemã prometeu apresentar até 2020. Com 4,19 metros de comprimento e 2,65m de distância entre-eixos, o SUV impressiona pelo amplo espaço interno. O desenho é moderno, mas discreto, sem muita ousadia. Terá duas opções de motor - 1.0 TSI e 1.4 TSI - e câmbio automático de seis velocidades. Produzido em São José dos Pinhais, o modelo será apresentado mundialmente no dia 25, depois fará aparição no Salão do Automóvel de São Paulo, em novembro, para ser lançado oficialmente no início do ano que vem.

O T-Cross é um SUV equilibrado, pequeno por fora e grande por dentro - Volkswagen/Divulgação O T-Cross é um SUV equilibrado, pequeno por fora e grande por dentro

O VW T-Cross vai chegar no mercado brasileiro pra encarar Ford EcoSport, Hyundai Creta, Chevrolet Tracker, Honda HR-V e outros. Dirigimos a versão equipada com motor 1.4 250 TSI na pista da Fazenda Capuava, no interior paulista, em apenas duas voltas, mas foi possível observar que o VW T-Cross é um SUV equilibrado, pequeno por fora e grande por dentro, com conjunto mecânico eficiente. O motor dá conta do recado com sobra, graças ao casamento perfeito com o câmbio automático, que permite o uso otimizado da força. São 150cv e 25,5kgfm de torque, que garantem desempenho satisfatório para o compacto. O motor 1.0 200 TSI tem 128cv e 20,4kgfm de torque. Todas as versões serão equipadas com o câmbio automático.

As dimensões do utilitário-esportivo - Volkswagen/Divulgação As dimensões do utilitário-esportivo

DIMENSÕES O T-Cross tem 4,20m de comprimento e 1,56m de altura. O porta-malas tem 373 litros, mas pode chegar a 420 litros. O banco traseiro tem o encosto reclinável e o dianteiro do passageiro pode ser dobrado para permitir o transporte de objetos compridos. O estepe fica dentro do porta-malas, com roda de aço e pneus na medida 195/65 R15, menor do que os de uso, 205/55, com rodas de liga leve de 17 polegadas. O porta-malas pode ter uma divisão para guardar objetos menores.

 O porta-malas tem 373 litros, mas pode chegar a 420 litros - Volkswagen/Divulgação O porta-malas tem 373 litros, mas pode chegar a 420 litros

O VW T-Cross foi desenvolvido pela engenharia brasileira para a América Latina e usa a plataforma MQB, a mesma do Polo e Virtus. É bem parecido com o modelo europeu, mas tem 86mm a mais em distância entre-eixos e 10mm a mais em altura. O modelo será vendido com oito opções de cores e possibilidade de teto preto. O interior terá iluminação ambiente. Os faróis e lanternas traseiras com LEDs. Entre os opcionais, o teto solar panorâmico e o sistema de áudio Beats Sound, de 300 watts e amplificador de oito canais. Já as saídas de ar-condicionado para o banco traseiro e as quatro entradas USB são de série para todas as versões.

Rodas de 17 polegadas calçam pneus 205/55 - Volkswagen/Divulgação Rodas de 17 polegadas calçam pneus 205/55

A versão topo de linha pode ser equipada com o Digital Cockpit e o Active Info Display, com mostrador digital que expõe todas as informações bem à frente do motorista, inclusive o mapa de navegação.

Faróis e lanternas são de LED - Volkswagen/Divulgação Faróis e lanternas são de LED

São seis airbags de série, mas o modelo traz ainda sistema de frenagem automática pós-colisão, detector de fadiga, controle de estabilidade (ESC) e sistema de assistência de frenagem (HBA). No painel, outra opção será o seletor de perfil de condução, no qual o motorista poderá optar pelos modos Eco, Normal, Sport e Individual. O Park Assist 3.0, que auxilia nas manobras de estacionamento, também é opcional.

SUV é construído sobre a plataforma MQB, a mesma do Polo e Virtus - Volkswagen/Divulgação SUV é construído sobre a plataforma MQB, a mesma do Polo e Virtus

Com tudo isso, o VW T-Cross deve chegar fazendo barulho no mercado brasileiro, incomodando a concorrência. Resta saber se terá preço competitivo. Se formos nos basear pelos preços do novo Polo, que usa a mesma plataforma, o SUV compacto deve chegar com valores acima de R$ 90 mil. É esperar pra ver.

 

* A convite da Volkswagen

Tags: greco vrum impressões suv cross t vw volkswagen

Encontre seu veículo

Veículos

Últimas notícias

ver todas
14 de dezembro de 2018
13 de dezembro de 2018
12 de dezembro de 2018