Publicidade

Estado de Minas

Em teste de colisão do Latin NCAP, T-Cross ganha cinco e Yaris quatro estrelas

Novo SUV compacto da Volkswagen recebe nota máxima e um prêmio Advanced Award, enquanto o sedã compacto premium da Toyota teve algumas escorregadas


postado em 29/03/2019 17:48 / atualizado em 29/03/2019 17:57

VW T-Cross(foto: Latin NCAP/Divulgação)
VW T-Cross (foto: Latin NCAP/Divulgação)

O Latin NCAP divulgou resultado dos testes de impacto do Volkswagen T-Cross e do Toyota Yaris sedã. O compromisso da marca alemã com a segurança do seu novo SUV compacto – com airbags frontais, laterais e de cortina, além de controles de tração e estabilidade de série – renderam ao modelo nota máxima na proteção de adultos e crianças, cinco estrelas. O modelo ainda levou o Advanced Award, concedido pelo Latin NCAP pela oferta do sistema de frenagem automática pós-colisão, disponível a partir da versão 200 TSI Comfort (R$ 99.990), e da tecnologia de proteção aos pedestres em caso de atropelamento.


No teste de impacto frontal, as únicas partes do corpo que não receberem proteção classificada como boa foram o peito e a canela direita do motorista, considerada apenas adequada. A área dos pés na carroceria foi considerada estável e mostrou deformação insignificante, e a estrutura do habitáculo foi classificada como estável. No impacto lateral, os airbags proporcionaram boa proteção para cabeça, tórax, abdome e pelve. Já no impacto lateral de poste, os airbags laterais e de cortina ofereceram boa proteção à cabeça e à pelve, além de proteção adequada ao abdome e ao tórax.

Quanto à proteção infantil, a cadeirinha (para a criança de três anos) foi instalada voltada para frente, usando ancoragens Isofix e Top Tether, com proteção de aceitável a boa. Já o dispositivo de retenção infantil voltado para a criança de um ano e meio foi instalado voltado para trás, também com ancoragens Isofix, sendo que a proteção é boa no impacto frontal. No impacto lateral, ambos os dummies receberam boa proteção. O modelo oferece cintos de segurança de três pontos de série em todas as posições.

Toyota Yaris sedã(foto: Latin NCAP/Divulgação)
Toyota Yaris sedã (foto: Latin NCAP/Divulgação)

YARIS O Toyota Yaris sedã não brilhou como o SUV da Volkswagen, com quatro estrelas (de cinco possíveis) para adultos e crianças. A unidade testada trazia apenas airbags frontais, que são de série para todas as versões, a exceção da topo de linha XLS, que traz sete bolsas infláveis. No teste de impacto frontal, as proteções consideradas adequadas foram o joelho esquerdo e a canela direita do acompanhante, além dos pés do motorista, consequência da área dos pés considerada instável por haver risco de intrusão. Porém, a estrutura do habitáculo foi considerada estável. Foram classificadas marginais a proteção ao peito do motorista e joelhos do motorista e o joelho direito do acompanhante. As demais áreas têm boa proteção. No teste de colisão lateral, o modelo oferece boa proteção para a cabeça e pelve, enquanto o abdome e o tórax receberam proteção adequada.

Na avaliação de proteção infantil, a cadeirinha da criança de três anos de idade, instalada voltado para trás, utilizando ancoragens Isofix e pé de apoio, proporcionou proteção ideal para a cabeça e o tórax. O dispositivo usado pela criança de um ano e meio, instalado voltado para trás usando ancoragens Isofix e pé de apoio, teve a proteção para impacto frontal boa. No impacto lateral, os dois bonecos foram bem protegidos. Um sistema de retenção infantil avaliado falhou parcialmente na instalação. O veículo não tem dispositivo para desconectar o airbag do passageiro no caso de carregar um SRI voltado para trás no banco da frente. O modelo oferece cintos de segurança de três pontos em todas as posições como equipamento padrão.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade