Salão de Genebra

Volkswagen começa o Salão de Genebra apresentando o I.D. Vizzion

Montadora exibiu mais um protótipo da família I.D

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 05/03/2018 17:09 / atualizado em 05/03/2018 17:13 Thainá Nogueira /Diario de Pernambuco

A Volkswagen apresentou em Genebra o protótipo I.D. Vizzion. O veículo dispensa adjetivos quando a questão é a pós-modernidade. Isso porque não conta com nenhum botão ou até volante. Ele é totalmente autônomo, elétrico e transporta até quatro ocupantes.

 

Jorge Moraes / DP
 

 

A montadora já havia mostrado algumas imagens do protótipo e já podia ser notado que o conceito era um sedã e com toda a pinta de esportivo. Agora, sabe-se que o comprimento do carro fica na casa dos 5,11 metros. Tamanho pode ser comparado com o Mercedes-Benz Classe S e Audi A8.

O que impressiona no veículo, no entanto, é a parte interna. As portas são abertas de forma não convencional, já que as de trás são opostas das da frente. Dentro da cabine, nada de aparatos tecnológicos que tornem a condução mais fácil. Isso porque o motorista só precisa entrar no carro e acionar um único botão, que é capaz de definir trajetos e controlar alguns itens que auxiliam o conforto. Não há pedais, volante ou se quer retrovisores.

Segundo a montadora, debaixo do capô, o autônomo terá um motor de 225 kW com capacidade de atingir 180 km/h de velocidade máxima, com uma autonomia de até 665 km.

Sem data definida para chegar ao mercado, a produção da família I.D. (os elétricos) começa em 2020 com o compacto I.D. 2. Na sequência, entram na linha de produção e SUV I.D. Crozz3 e o I.D. Buzz4, considerado a Kombi do futuro. A marca planeja ter 20 veículos totalmente elétricos à venda até 2025.

 

 

Tags: teste volkswagen voyage Volkswagen Voyage linha 2017 Voyage 1.0 Comfortline motor três cilindros

Encontre seu veículo

Veículos

Últimas notícias

ver todas
15 de outubro de 2018