Oficina

Evite rodar com o carro na reserva

Para garantir a segurança de peças do veículo como a bomba de combustível, o ideal é trafegar com, no mínimo, um quarto do tanque

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 03/07/2018 12:20 / atualizado em 04/07/2018 09:00 Thays Martins /Diario de Pernambuco
Guilherme Verissimo/Esp DP/DA Press
 
Com o aumento exorbitante no preço do combustível, os motoristas estão circulando com o carro na reserva com maior frequência. Porém, o ideal é manter o nível de combustível com, no mínimo, um quarto de tanque. Dessa forma, a bomba de combustível - que trabalha dentro do tanque - estará sempre refrigerada, preservada de problemas futuros com o superaquecimento.

Com o tanque quase vazio, eventuais resíduos de combustível podem se acumular no fundo do reservatório e ser aspirados pela bomba, fazendo com que o veículo falhe e, em casos mais graves, pode danificar até mesmo o coração do veículo, o motor. Ficar sem combustível repentinamente, além correr o risco do motor parar de funcionar, também pode colocar a segurança do motorista e dos passageiros em risco, uma vez que também prejudica o funcionamento do sistema de frenagem, exigindo o uso de mais força no pedal para que o veículo pare.

A maioria dos motoristas sabe que o veículo pode rodar ainda alguns quilômetros mesmo após acesa a luz vermelha que indica que o consumo chegou à reserva do tanque. Mas Genildo Justino, chefe de oficina da Disnove, alerta que essa prática não deve se tornar hábito. “Quando o carro roda constantemente na reserva, a bomba de combustível pode superaquecer e o sensor de nível pode ser  danificado, não marcando a quantidade certa de combustível no tanque”, comenta. Geralmente, a luz de alerta é acionada quando o tanque tem entre 4 e 8 litros, o que indica uma autonomia média de 40 km.

Os veículos flex estão preparados para rodar tanto com o etanol quanto com a gasolina e até mesmo com a mistura desses dois combustíveis, independentemente da proporção. Para que não haja problemas, é recomendado, após o abastecimento com a mistura de combustíveis, o motorista rode por, no mínimo, de 5 a 10 minutos para garantir a adequação e a estabilização dos parâmetros do motor. Também é importante verificar a gasolina no tanque auxiliar de partida, conhecido como tanquinho. São suficientes cerca de 400 ml para auxiliar a partida do motor.

Após abastecer de maneira regular o veículo, é preciso ficar atento a uma possível mudança no funcionamento do carro, como falhas, aumento de consumo, marcação incorreta do combustível abastecido. Caso isso ocorra, é preciso procurar um especialista para realizar uma revisão veicular, tendo alguns locais que utilizam equipamentos que conseguem avaliar as condições da câmara de combustão do motor e dar uma avaliação mais completa.

Tags: vrum Ford EcoSport 2018 EcoSport reestilizado modelo 2018 Salão de Los Angeles mercado norte-americano SUV compacto vendas no Brasil em 2017 Sync 3 Estado de Minas

Encontre seu veículo

Veículos

Últimas notícias

ver todas
19 de setembro de 2018
18 de setembro de 2018
17 de setembro de 2018