Repercussão

Renault e Nissan já tem queda nas ações por repercussão da prisão do presidente executivo

Carlos Ghosn foi preso na segunda-feira (19) e as montadora já recuaram em mais de 6,42% na bolsa de Frankfurt

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 20/11/2018 18:56

As montadoras Renault e Nissan já mostram queda nas ações, após a repercussão da prisão do brasileiro presidente executivo de ambas Carlos Ghosn. A francesa recuou em 8,43% e a japonesa em 6,42% somente na segunda-feira, dia da prisão do executivo.

O executivo, que está sendo acusado de sonegação fiscal, foi detido após uma investigação interna da Nissan. Natural de Porto Velho (RO), Carlos entrou na Renault em 1996 e atuava até hoje na direção da aliança Renault Nissan e ainda na Mitsubishi.  

 

 

Tags: superesportivo vrum greco enio coupe v10 r8 audi

Encontre seu veículo

Veículos

Últimas notícias

ver todas
18 de dezembro de 2018