Adiados

CRLV digital e placas padrão Mercosul ficam para junho de 2019

Contran adiou mais uma vez a emissão do CRLV digital, assim como as placas padrão Mercosul. Ambas novidades ficam, agora, para junho do próximo ano

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 28/12/2018 16:30

Ficou para junho do próximo ano as mudanças dentro do sistema operacional de trânsito no Brasil. É que o Conselho Nacional de Trânsito, o Contran, anunciou que todos os estados da federação tem até o dia 31 de junho para começar a expedir uma versão digital do CRLV dos veículos. Até então, esse prazo se encerraria no próximo dia 31. Além disso, o órgão também adiou para o mesmo período a implantação das placas padrão Mercosul nos automóveis em todo o Brasil.


O valor legal da versão digital do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo, quando implantado, será o mesmo da versão em papel. Assim como a CNH digital, a emissão do documento digital de veículos é facultativa para os motoristas. Em ambos os casos, ainda será exigido que o condutor tenha a cópia física dos documentos.


No entanto, alguns estados já contam com a novidade. Ceará, DF, Goiás, Mato Grosso do Sul, Pernambuco, Rondônia e Sergipe estão emitindo o documento digital para veículos que fica disponível no aplicativo “Carteira Digital de Trânsito”, que também abriga a CNH digital.


Chamado de CRLVe, o documento conta com todas as informações opção impressa e é necessário a quitação de todos as pendências com o órgão de trânsito para poder obtê-lo. Além disso, o Contran lembra que os Detrans são livres para cobrar o quanto achar necessário para a emissão da versão digital do documento.
De acordo com o Código de Trânsito, o motorista que for parado sem o documento - impresso ou digital - comete infração gravíssima e pode receber multa de R$ 293,47, 7 pontos na carteira, além de ter o veículo removido.


A novela das placas
O Contran definiu também que todos os estados e o Distrito Federal têm, agora, até o dia 30 de junho de 2019 para se adequar ao novo padrão de placas veiculares. A novidade só precisará ser adotada para o primeiro emplacamento e, para quem tiver a placa antiga, no caso da troca de município ou propriedade.


O prazo, até então, para a implantação dos novos itens era até o final de dezembro. Essa é a quinta mudança no cronograma para a unificação da identificação dos automóveis que circulam nos países que fazem parte do Mercosul. Argentina e Uruguai já adotam a nova medida. No Brasil, os Detrans do Rio de Janeiro e Bahia iniciaram a instalação das novidades.


As placas padrão Mercosul foram anunciadas em 2014 e deveriam entrar em vigor em janeiro de 2016. No entanto, quando chegou  nesse prazo, o Contran adiou para 2017 e depois a novidade foi adiada por tempo indeterminado. No mês passado, o Contran definiu um novo cronograma: dezembro de 2018 seria a nova data limite para o início da implantação das placas em todos os Detrans do país. Já houve autorização para a redução do tamanho caso as placas não se encaixem nos locais determinados nos veículos e a retirada dos símbolos de identificação de estado e município. Mas, agora, é esperar junho de 2019.

 

 

Tags: entrada de versão minas de estado vrum compacto hatch 1.0 drive argo fia

Encontre seu veículo

Veículos

Últimas notícias

ver todas
17 de janeiro de 2019
16 de janeiro de 2019