Publicidade

Estado de Minas

CAOA pode comprar a fábrica da Ford em São Bernardo do Campo

O industrial Carlos Alberto de Oliveira Andrade, presidente do conselho e proprietário do grupo CAOA anunciou que mantém diálogo com a Ford para encontrar um meio termo e comprar o complexo de São Bernardo do Campo


postado em 28/02/2019 16:19

O industrial Carlos Alberto de Oliveira Andrade, presidente do conselho e proprietário do grupo CAOA, maior distribuidor Ford do Brasil, importador e fabricante dos produtos de luxo da Hyundai, representante da japonesa Subaru e dono de grande parte da CAOA Chery do Brasil, anunciou que mantém diálogo com a Ford para encontrar um meio termo e comprar o complexo de São Bernardo do Campo.

Rumores entre as negociações com o governo de São Paulo e o grupo CAOA foram divulgados na última terça-feira (26) pela Agência Reuters e nesta quarta (27) a empresa resolveu publicar uma nota sobre o assunto. O grupo de vasta experiência no segmento automotivo produz na planta de Anápolis, GO, os SUVs Tucson, o IX-35 e o caminhão compacto HR. Em Jacareí, SP, monta os veículos da Chery.

A montadora Ford declarou que fechará a sua fábrica mais antiga do país, em São Bernardo do Campo, deixando de produzir os caminhões e consequentemente saindo do segmento no mercado. No Recife, a marca Ford Caminhões é representada pela Divepe. Em SBC, sigla da cidade, o fabricante também aposentou o compacto Fiesta e no total está desempregando aproximadamente três mil pessoas. A Ford também tinha anunciado o fim da produção na Argentina do Focus.

Quanto as linhas de montagem do EcoSport e Ka hatch e sedã, na unidade de Camaçari, Bahia, continuam operando e nos planos da empresa para o Brasil.

O departamento de comunicação da CAOA divulgou uma nota. Leia na íntegra.

A CAOA confirma que há conversas com a FORD e com o Governo do Estado sobre a aquisição da planta em São Bernardo do Campo. A FORD é uma marca que tem extrema importância no Brasil e no mundo – como se não bastasse, a CAOA tem uma forte parceria com a FORD há mais de 4 décadas, sendo até hoje a maior distribuidora da marca na América Latina.

Dessa forma, é natural que a CAOA e a FORD conversem sobre futuras negócios, assim como ocorre com outras empresas sempre que há uma boa oportunidade. Dito isso, até o momento não há nenhuma definição ou compromisso para a aquisição da planta.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade