Publicidade

Estado de Minas

Sabia que você pode estar gastando R$ 8 mil por ano só com gasolina? Veja como economizar


postado em 28/03/2019 15:25

Segundo a Agência Nacional do Petróleo (ANP), o preço médio da gasolina no Brasil é atualmente de R$ 4,495. Levando em consideração esse valor, para encher o tanque de 50 litros (tamanho comum no Brasil) você vai precisar de cerca de R$ 225. Se você roda algo em torno de 50 km por dia e seu carro tem uma boa média de 10 km/l na cidade, você vai precisar voltar ao posto mais duas vezes em 30 dias, totalizando cerca de R$ 675 apenas com o combustível em um mês e, consequentemente, algo próximo de R$ 8 mil em um ano. Caro demais, não é?!

Como ter um carro um carro elétrico ainda é algo caro – o mais “barato” é o recém-lançado Zoe, da Renault, por R$ 149.990 – precisamos nos acostumar com as idas frequentes ao posto de gasolina.

Entretanto, dá sim para reduzir essas visitas indesejáveis para abastecer. Além de escolher carros que consomem menos, como os mais modernos 1.0 de três cilindros que equipam os compactos, podemos tomar algumas atitudes simples, mas que vão fazer diferença na conta dos R$ 8 mil por ano que fizemos no começo da matéria.

1 - respeite a troca de marchas

Procure trocar as marchas sempre na rotação correta, mantendo o giro do motor compatível à marcha escolhida. Grande parte dos carros hoje vem com indicador de mudança de marcha no painel. Se você seguir essa orientação já vai notar uma diferença no consumo, principalmente na cidade.

2 - manutenção sempre em dia

A manutenção em dia evita que o motor consuma mais combustível que o necessário, além de aumentar a vida útil do componente. É importante checar regularmente e, se necessário, trocar os filtros de ar, de óleo, de combustível e fazer a substituição das velas.

3 - uso do ar condicionado
O uso do ar condicionado está ligado diretamente ao consumo de combustível, já que o equipamento é operado pelo motor. Por isso, use o ar apenas quando realmente for necessário. Nada melhor que aproveitar a brisa natural da cidade durante a noite (se for seguro, é claro). Vale ressaltar que na estrada, em velocidades superiores a 90 km/h, especialistas afirmam que vale mais a pena usar o ar-condicionado do que andar com as janelas do carro abertas, aumentando assim o arrasto e o consumo de combustível.

4 - não acelere com o carro desengatado

Aquecer o motor antes de sair, hoje em dia, tornou-se desnecessário, já que os propulsores contam com injeção eletrônica. O sistema atual dá conta de fazer o carro andar mesmo no frio. Para modelos flex, lembre-se de abastecer o tanquinho de partida a frio (se ainda tiver o seu carro). Além de gastar combustível à toa, esquentar o motor num carro com injeção eletrônica pode desgastar as peças e diminuir sua vida útil.

5 - evite levar muito peso no carro

Estar sempre com carro cheio também contribui para aumentar o gasto de combustível. Cargas superiores a 10 quilos já influenciam no consumo, pois o motor terá que fazer mais força para colocar o veículo em movimento. Procure levar no carro somente o que precisar, evitando guardar malas, coisas pesadas etc.

6 - verifique a pressão dos pneus

Circular com os pneus em boas condições é essencial para economizar combustível. Pneus murchos influenciam diretamente no rendimento do veículo, pois geram mais atrito com a via.

7 - mantenha o alinhamento e o balanceamento em dia
O alinhamento correto faz com que os pneus se desgastem menos e o balanceamento evita trepidações ao rodar. Além disso, previnem o aumento do atrito dos pneus no solo além do necessário e não deixam que o veículo perca desempenho.

8 - desacelere aos poucos

Outra prática que ajuda na economia é sempre ir observando o trânsito à frente e, ao notar que o tráfego vai parar, desacelere o veículo aos poucos antes de frear. Com o carro engrenado, mas sem acelerar, a injeção eletrônica envia menos combustível ao motor.

9 - evite acelerar e frear bruscamente
Dirigir de maneira agressiva, além de ser perigoso, também não é interessante quando o objetivo é economizar combustível. Para prevenir o desgaste do motor, é importante trocar as marchas de forma suave e medir a força do pé no acelerador para não desperdiçar combustível.

10 - Mantenha uma velocidade constante
O trânsito intenso das grandes cidades também contribui para que o combustível vá embora mais rápido, já que é muito comum andar e parar a todo instante. As acelerações e freadas exigem mais do motor e aumentam o consumo.

11 - deixar o carro no ponto morto em descidas?

Apesar de muita gente acreditar que é econômico deixar o carro em ponto morto, essa prática não é recomendada por uma questão de segurança. Se o carro estiver desengatado e sem auxílio do freio-motor, o sistema de freio será mais exigido e poderá falhar. Nesse caso, a dica é deixar o carro engatado na marcha mais alta, mesmo sem acelerar.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade