Ford EcoSport 2018 ganha conjunto mecânico eficiente e interior caprichado

SUV compacto da marca americana ganha discretos retoques no visual, mas traz algumas mudanças significativas no interior. Motor é o mesmo do Ford Focus

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 09/10/2017 11:17 Enio Greco /Estado de Minas
Leandro Couri/EM/D.A Press

Dizem que quem foi rei nunca perde a majestade, mas existem casos em que esta máxima pode ser contestada. É o caso do Ford EcoSport, que ficou conhecido por inaugurar o segmento dos SUVs compactos, e em pouco tempo ganhou o título de queridinho do Brasil. Mas o tempo passa, as coisas mudam e quem não se atualiza perde espaço para a concorrência. Foi o que aconteceu com o SUV da Ford, que já foi líder de vendas, mas acabou sendo atropelado por Honda HR-V, Jeep Renegade e Hyundai Creta. Para mudar esse cenário e recuperar o prestígio, o EcoSport passou por uma discreta reestilização, ganhando novo interior e mecânica. Testamos a versão topo de linha, que tem bom conteúdo, porém com o preço salgado.

Estepe na tampa traseira é a marca registrada do modelo - Leandro Couri/EM/D.A Press Estepe na tampa traseira é a marca registrada do modelo

Ao longo de sua história, o Ford EcoSport passou por mudanças de visual significativas, indo das linhas mais retas da primeira geração aos contornos mais arredondados do modelo recente. O modelo 2018 ganhou singelas mudanças, mais significativas na frente, que ficou mais alta e robusta. Os faróis mais largos, a grade reformulada, o para-choque com novo desenho e faróis de neblina maiores deram uma modernizada na estampa do SUV compacto. Mas as laterais e traseira são basicamente as mesmas, sem alterações. A Ford optou, inclusive, por manter o estepe pendurado na porta do porta-malas, solução que no modelo europeu foi eliminada.

É preciso guardar um bom espaço para abrir a tampa do porta-malas - Leandro Couri/EM/D.A Press É preciso guardar um bom espaço para abrir a tampa do porta-malas

ESPAÇO A porta do compartimento de bagagem continua abrindo lateralmente, o que pode facilitar o acesso, mas exige mais espaço para abertura. O porta-malas não é dos maiores, mas tem como paliativo um compartimento inferior, muito raso, que possibilita levar apenas pequenos objetos. O espaço interno é bom para quatro pessoas. Três no banco traseiro ficam apertados. É que o console central, o túnel no assoalho e o apoio de braço embutido no encosto do banco comprometem o conforto de quem senta no meio. De qualquer forma, como o modelo está homologado para cinco passageiros, a Ford equipa o EcoSport com cintos de segurança retráteis e apoios de cabeça para todos. Tem ainda sistemas de ancoragem para duas cadeirinhas infantis.

Destaque no painel é a tela de 8 polegadas do sistema multimídia - Leandro Couri/EM/D.A Press Destaque no painel é a tela de 8 polegadas do sistema multimídia

A posição de dirigir é boa, elevada, sendo que o banco do motorista conta com ajustes manuais de altura e lombar. O volante, que é mais fino e revestido com couro, também tem regulagem de altura e distância, além de trazer os comandos do som, celular, controle de velocidade e computador de bordo. O acabamento interno do EcoSport melhorou muito, ganhando material emborrachado no painel, com montagem mais cuidadosa. A versão testada tinha os bancos revestidos com couro bege, que dá um toque de sofisticação, mas não é muito prático, pois suja facilmente.

Segurança básica no banco traseiro - Leandro Couri/EM/D.A Press Segurança básica no banco traseiro

MAIS MODERNO O painel de instrumentos é totalmente novo e ficou bem mais funcional e de fácil visualização. Ele conta com um quadro digital que fornece as informações do computador de bordo, além de conta-giros, velocímetro e marcadores de temperatura e nível de combustível analógicos. E no meio do painel, a moderna central multimídia se destaca. Para ligar o carro a chave pode permanecer no bolso e basta apertar o botão star/stop. O motorista tem ainda no painel a tecla para desligar o controle de tração, caso queira dominar o carro no braço.

DIRIGINDO
Testamos o EcoSport equipado com o motor 2.0 Duratec Direct Flex, o mesmo que equipa o Focus. Com seus 176cv quando abastecido com etanol, o motor é suficiente para o peso do carro. Com injeção direta de combustível e bom torque em baixas rotações, o propulsor garante bom desempenho, mas tem funcionamento ruidoso quando o giro sobe. As respostas ao comando do acelerador são rápidas, garantindo esperteza nas arrancadas e retomadas de velocidade. Ele casa perfeitamente com o câmbio automático de seis velocidades, que finalmente substituiu o problemático PowerShift (automatizado de dupla embreagem).

O câmbio conta com a posição S, que faz as trocas de marchas em rotações mais elevadas, melhorando o desempenho do SUV. Mas se o motorista preferir uma condução mais divertida, pode optar por fazer as trocas manualmente nas aletas atrás do volante. As relações de marcha foram bem escalonadas e as mudanças são feitas de maneira suave, sem trancos. Quando abastecido com etanol, o computador de bordo registrou um consumo médio de 6,6km/l em percurso misto cidade/estrada.

Leandro Couri/EM/D.A Press

A direção com assistência elétrica foi bem calibrada tanto para manobras em áreas menores quanto para velocidades mais elevadas. A engenharia da Ford conseguiu dar um ajuste mais correto às suspensões do EcoSport, promovendo um equilíbrio entre estabilidade e conforto de marcha, absorvendo bem as imperfeições do solo. O SUV ficou com um rodar um pouco mais macio e com inclinação da carroceria aceitável, dentro dos limites de segurança. O sistema de freios conta com discos na dianteira e tambores na traseira, mas o aparato eletrônico faz o resto do serviço.

Esta versão topo de linha do EcoSport tem concorrentes de peso no segmento. O líder de vendas é o imbatível Honda HR-V, que na versão EXL 1.8 tem preço de R$ 101.400. O modelo se ampara no bom pacote de itens de série e na tradição da marca japonesa. O outro bom de vendas do segmento é o Jeep Renegade, que na versão Limited 1.8 tem preço de R$ 97.990.


CONECTIVIDADE

A versão topo de linha do novo Ford EcoSport não deixa a desejar quando o assunto é equipamentos de série. Além de trazer alguns sistemas de segurança ativa e passiva, o SUV compacto tem na versão Titanium o sistema Sync 3, o mais avançado, que conta com uma tela tátil de oito polegadas suspensa no centro do painel, com equipamento de som de alta-fidelidade da Sony, navegação por GPS, Bluetooth e conectividade com celular por meio de Apple CarPlay e Android Auto. Muito fácil de conectar e interagir, a central multimídia pode ser operada por comando de voz, tem wi-fi e câmera de ré com assistente de estacionamento. São duas entradas USB para evitar disputas dentro do carro. Assim dá pra ouvir música e ficar conectado sem problema.

Motor 2.0 é o mesmo que equipa o Focus - Leandro Couri/EM/D.A Press Motor 2.0 é o mesmo que equipa o Focus

FICHA TÉCNICA


MOTOR
Dianteiro, transversal, quatro cilindros em linha, 1.999cm³ de cilindrada, 16 válvulas, flex, que desenvolve potências de 170cv (gasolina) e 176cv (etanol) a 6.500rpm, e torques de 20,6kgfm (g) e 22,5kgfm (e) a 4.500rpm

TRANSMISSÃO
Tração dianteira, com câmbio automático de seis marchas

SUSPENSÃO/RODAS/PNEUS

Dianteira, independente, do tipo McPherson; e traseira com eixo de torção/de liga leve de 7,0x17 polegadas/205/50 R17

DIREÇÃO

Do tipo pinhão e cremalheira, com assistência elétrica

FREIOS
A discos na dianteira e tambores na traseira, com ABS e EBD

CAPACIDADES

Do tanque, 52 litros; e de carga útil (passageiros mais bagagem), 391 quilos

Rodas de 17 polegadas são de série na versão - Leandro Couri/EM/D.A Press Rodas de 17 polegadas são de série na versão

EQUIPAMENTOS

DE SÉRIE
Bagageiro de teto, chave canivete com controle remoto, teto solar elétrico, ajuste de altura do banco do motorista, ajuste de altura e profundidade do volante, ajuste lombar do banco do motorista, ar-condicionado digital, assoalho inteligente do porta-malas, banco traseiro rebatível e bipartido, bancos revestidos em couro, console central com porta objetos e descansa-braço, console de teto, porta-luvas climatizado, vidros elétricos com tipo um toque, volante revestido em couro, sete airbags (frontais, laterais, cortina e joelho/motorista), acendimento automático das luzes de emergência após frenagem brusca (EBL), controles eletrônicos de estabilidade (ESC) e tração (TCS), assistente de partida em rampa (HLA), faróis com temporizador, faróis de xenônio, faróis de neblina, freios ABS com EBD, ganchos de fixação de cadeiras de crianças Isofix, luzes de rodagem diurnas em LED, retrovisores externos com ajuste elétrico e espelho de dupla curvatura, retrovisores externos com indicador de direção, sensor de estacionamento traseiro, sensor de monitoramento de pressão dos pneus (TPMS), sistema anti-capotamento (RSC), sistema de monitoramento de ponto-cego (BLIS) e alerta de tráfego cruzado (CTA), travamento automático das portas, acendimento automático dos faróis, chave com sensor de presença, acesso inteligente e partida sem chave, computador de bordo, controle ativo da grade frontal, controlador de velocidade, sensor de chuva, Sync 3, tela multifuncional de LCD colorida de 4.2 polegadas no painel de instrumentos, câmera de ré, nove alto-falantes (Sony Premium Sound), assistência de emergência, controles de áudio no volante.

OPCIONAIS
Não há



QUANTO CUSTA

O Ford EcoSport tem preços que vão de R$ 73.990 a R$ 86.490, para as versões equipadas com motor 1.5. Já a versão testada, a 2.0 Titanium, com câmbio automático, tem preço de R$ 93.990.


Notas (0 a 10)


Desempenho 8
Espaço interno 6
Porta-malas 6
Suspensão/direção 8
Conforto/ergonomia 8
Itens de série/opcionais 9
Segurança 9
Estilo 8
Consumo 7
Tecnologia 8
Acabamento 8
Custo/benefício 7

Leandro Couri/EM/D.A Press

FORD ECOSPORT 2.0 TITANIUM X CONCORRENTES


FORD ECOSPORT 2.0 TITANIUM X RENAULT CAPTUR 2.0 INTENSE X HYUNDAI CRETA PRESTIGE 2.0 X JEEP RENEGADE LIMITED 1.8 X HONDA HR-V EXL 1.8

Potência (cv) 170(g)/176(e) 143(g)/148(e) 156(g)/166(e) 135(g)/139(e) 139(g)/140(e)
Torque (kgfm) 20,6(g)/22,5(e) 20,2(g)/20,9(e) 19,1(g)/20,5(e) 19,3(g/e) 17,3(g)/17,4(e)
Dimensões (A x B x C x D) (m) (*) 4,26x1,76x1,69x2,51 4,32x1,81x1,61x2,67 4,27x1,78x1,63x2,59 4,23x1,79x1,70x2,57 4,29x1,77x1,58x2,61
Altura do solo (cm) 20 21,2 19 17,7 20
Ângulos de entrada/saída (graus) 21,5/31,5 23/31 21/28 20,4/29,4 ND
Peso (kg) 1.359 1.352 1.399 1.469 1.276
Porta-malas (litros) (**) 356 437 431 273 431
Velocidade máxima (km/h) (**) 180(g/e) 174(g)/179(e) 188(e) 181(g)/183(e) ND(g)/180(e)
Aceleração até 100km/h (s) (**) 9,5(g/e) 12(g)/11,1(e) 9,7(e) 10,5(g)/9,9(e) ND(g)/10,6(e)
Consumo cidade (km/l) (***) 8,8(g)/6,1(e) 8,8(g)/6,2(e) 10(g)/6,9(e) 9,5(g)/6,5(e) 10,5(g)/7,1(e)
Consumo estrada (km/l) (***) 12(g)/8,3(e) 10,8(g)/7,3(e) 11,4(g)/8,2(e) 10,9(g)/7,6(e) 12,1(g)/8,5(e)
Preço (R$) 93.990 88.490 99.490 97.990 101.400

(*) A: comprimento; B: largura; C: altura; e D: entre-eixos
(**) Dados dos fabricantes
(***) Dados do Inmetro
(g) gasolina; (e) etanol
ND: Não disponível

Tags: reestilizado greco enio titanium 2.0 2018 ecosport ford teste vrum

Encontre seu veículo

Veículos

Últimas notícias

ver todas
27 de novembro de 2017
23 de novembro de 2017
18 de novembro de 2017
04 de novembro de 2017
27 de outubro de 2017