Portal Vrum

Fiat/Divulgação
Fiat/Divulgação

FICHA TÉCNICA
MOTOR
Transversal, dianteiro, quatro cilindros, 16 válvulas, 1.580 cm3 de cilindrada, 106 cv a 5.500 rpm de potência máxima e torque máximo de 15,1 kgfm a 4.500 rpm
TRANSMISSÃO
Câmbio manual de 5 marchas; tração dianteira
FREIOS
Disco na dianteira e tambor na traseira com ABS opcional
SUSPENSÃO
Dianteira Tipo McPherson com braços oscilantes inferiores transversais e barra estabilizadora e molas helicoidais;
Traseira Eixo rígido e molas parabólica
DIREÇÃO
Pinhão e cremalheira com assistência hidráulica
RODAS / PNEUS
5,5 X 14 / 175/80 R 14
PESO
1.085 kg
CAPACIDADE DA CAÇAMBA
685 kg incluindo o condutor
TANQUE DE COMBUSTÍVEL
58 litros
* AVALIAÇÃO TÉCNICA
VÃO DO MOTOR
Apesar de ter um bom layout e acesso à manutenção, o isolamento acústico deixa a desejar e o reabastecimento de água no reservatório do esguicho pára-brisa é difícil.
ALTURA DO SOLO
Tem um bom vão livre, mesmo com carga máxima (685 kg). Apesar disso, cárter do motor e caixa são protegidos por chapa
metálica (vazada para melhor ventilação), o que deixa o motorista mais tranquilo em terrenos acidentados. Em algumas condições de estacionamento, com carga máxima, o estribo abaixo do pára-choque traseiro raspa no meio fio.
FREIOS
A opção de colocar rodas de aro 14 polegadas permitiu a utilização de discos de freio na frente e tambores atrás de maior
diâmetro, o que faz com que os freios atuem bem mesmo em descida de serra com carga máxima não perdem eficiencia em nenhum momento. A ausência do ABS é notada em frenagens de emergência, quando as rodas dianteiras bloqueiam com facilidade, porém com mínima variação de trajetória.
CÂMBIO
O seu funcionamento foi muito bom, com engates precisos e macios, além do bom curso da alavanca. Se as relações de marcha/
diferencial fossem um pouco mais curtas ainda, minimizariam a falta de torque do motor em baixa rotação com o veículo
carregado a troca é constante.
MOTOR
Tem uma ótima potência para um motor de 1.6 litros (106 cv), mas não justifica sua denominação “torque” tem 15,1 mkgf de
torque máximo, mas a 4.500 rpm, ou seja, num regime muito alto, tipico para estradas. Só com o motorista anda bem na
cidade e estrada, mas com carga, principalmente no trânsito com aclives, deixa a desejar em retomadas. Seu funcionamento
em alta rotação é áspero.
NÍVEL DE RUÍDOS
Praticamente não tem barulhos internos, mesmo andando sobre piso de calçamento e estrada de terra. Por isso o mau isolamento
acústico do motor se sobressai dentro do habitáculo, causando desconforto.
SUSPENSÃO
Bem acertada, com bom compromisso entre conforto e estabilidade, seja vazio ou com carga máxima, levando-se em conta que é um veículo comercial leve. Os pneus série 80, têm boa capacidade de carga e se saem bem curvas no asfalto, mesmo com o veículo completamente carregado. Mas em estradas de terra são limitados.
DIREÇÃO
A calibragem do sistema assistido está bem definida, dando uma boa dirigibilidade e precisão em geral. O diâmetro de giro
é bom, apesar do grande diâmetro externo dos pneus.
* Estas avaliações foram realizadas para o Caderno de Veículos do jornal Estado de Minas pelo eng. Daniel Ribeiro Filho, da Tecnodan

Fonte: Fabricante

Encontre seu veículo