Salão de São Paulo

Ford aposta no Salão de São Paulo

Montadora também revelou as novidades que apresentará no evento paulista e adiantou: vem EcoSport sem estepe por aí

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 05/11/2018 09:16


Ford / Divulgação
Territory, um chinês brasileiro

A Ford mostra que está pensando grande e investe cada vez mais em seus SUVs. Isso inclui lançamentos. Um dos principais já foi mostrado e será atração da marca no Salão do Automóvel de São Paulo. Batizado de Territory, o grandalhão terá que disputar o mercado com Jeep Compass e Hyundai ix35. Para quem não sabe, o modelo apresentado é derivado de um modelo chinês lançado em 2016, o Yusheng S330 e que custa menos do que o compacto Kwid. Como toda boa derivação, o Territory herdou diversas características do primogênito e, por isso, vale a pena saber um pouco mais sobre o veículo chinês. O Yusheng S330 foi lançado pensando na expansão da categoria nas grandes cidades do interior do país asiático. Debaixo do capô está um motor 1.5 turbo desenvolvido pela Jiangling, fabricante chinesa e parceira da Ford, é capaz de render até 163 cavalos e pode ser associado tanto com câmbio manual quanto automático, mas sempre de seis marchas. Para trazer o Territory para o Brasil, foi preciso mudar a grade dianteira, para-choques, faróis e lanternas. Além da aplicação do logo da Ford. Entre os equipamentos estão disponíveis central multimídia com comando de voz, frenagem de emergência, monitoramento de pontos cegos, acendimento automático dos faróis e piloto automático adaptativo. Enquanto o motor do carro chinês entrega 163 cavalos, para o Brasil houve uma reformulação e essa força diminuiu para 143 cv. Mas, para compensar, o veículo é capaz de fazer um consumo de 14,9 km/l, contra 13,8 km/l. Em tamanho, o Territory não deixa a desejar. São 4,58 metros de comprimento, 1,94 metros de largura, 1,67 metros de altura e 2,71 metros de entre-eixos. Com essas medidas o modelo fica maior do que Compass e ix35. Com a baixa nas vendas do Fiesta e a saída do Focus no próximo ano, a chegada do novo SUV é vista como estratégia da marca que pretende disponibilizar modelos de diversas categorias.


Ford / Divulgação
Ford Ka Urban Warrior


Transformar o Ka Freestyle em um sedã. Esta é basicamente a ideia da Ford com o Ka Urban Warrior, um conceito montado sobre o Ka Sedan que será mostrado no Salão do Automóvel. Praticamente pronto para a produção, traz os mesmos elementos aplicados na versão Freestyle do hatch, como apliques nos para-lamas e para-choques, rodas de 15” com pneus mais altos e suspensão elevada. A mecânica é a mesma das versões topo do Ka: motor 1.5 de três cilindros com 136 cv e câmbio manual de cinco marchas. A Ford diz que terá câmbio automático de seis marchas, mas nada confirmado ainda.


Ford / Divulgação
EcoSport sem estepe traseiro

O Ford EcoSport irá perder um item que é símbolo do modelo: o estepe traseiro. Segundo a fabricante, a alteração será realizada apenas em uma versão de acabamento. O modelo sem o item será oferecido somente na versão Titanium, o acabamento mais caro do SUV compacto. E ainda terá alterações na linha. A Ford irá transformar o motor 2.0 de 176 cv em um item exclusivo do EcoSport Storm, fazendo com que as configurações restantes (incluindo a Titanium) sejam vendidas apenas com o 1.5 Dragon de 137 cv. O lançamento será no primeiro trimestre de 2019, ainda sem preços definidos. Será o momento também para mudanças na linha do utilitário, que passará a ter o motor 2.0 apenas na versão topo de linha Storm 4WD.
 

Tags: ducati multistrada 1200 enduro motor desmodrômico italiana

Encontre seu veículo

Veículos

Últimas notícias

ver todas
19 de novembro de 2018

Queremos sua ajuda para deixar a experiência no VRUM ainda melhor! Participe Participe