Oficina

Cuide bem da chave do seu carro

Problemas causados na ignição do automóvel podem ser causados pela peça de acionamento, que pode estar danificada

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.
postado em 26/11/2018 09:16 / atualizado em 26/11/2018 11:14 Thays Martins /Diario de Pernambuco


Problemas na ignição do automóvel podem causar, além de atrasos para o motorista, graves acidentes. Foto: Gabriel Melo / Esp. DP - Problemas na ignição do automóvel podem causar, além de atrasos para o motorista, graves acidentes. Foto: Gabriel Melo / Esp. DP
Quem utiliza o automóvel como principal meio de transporte, a situação mais temida a ser vivida é realizar o movimento de partida e o veículo não responder à ação e, após várias tentativas, não ligar. Caso você esteja atrasado, pode ter certeza que perderá algumas horas do dia em uma oficina mecânica em consequência do problema na ignição do automóvel. 

Só em 2015, a montadora GM, responsável pela Chevrolet, precisou lidar com um defeito no sistema de ignição em diversos veículos comercializados na América do Norte. O problema gerou a morte de 121 pessoas, 14 lesões graves (tetraplegia, paraplegia, amputações dupla de extremidades, dano cerebral permanente ou queimaduras graves) e 237 lesões leves. O defeito na ignição fez com que os carros se desligassem, principalmente em solavancos e colisões, sem o acionamento do comando, desativando o sistema de airbags dos automóveis durante as colisão, deixando passageiros e condutores dos veículos afetados totalmente desprotegidos.

Para não sofrer com acidentes ou surpresas desagradáveis, o recomendado é realizar a principal ação preventiva de qualquer defeito veicular, que é estar com a revisão e manutenção do seu carro em dias. Contudo, é importante ficar atento a alguns aspectos apresentados pelo veículo ao longo da sua utilização. O primeiro deles é a dificuldade em ligá-lo, que é apontado por alguns condutores como a morte do carro. Um fator que pode gerar problemas na partida é o hábito de usar um molho de chaves com a do veículo. Segundo Genildo Justino, chefe de oficina da Disnove, esse costume cria uma folga no cilindro de ignição, “o peso das outras chaves cria uma folga no cilindro, podendo fazer com que o carro nem mesmo ligue”. 

Já o segundo fator recorrente na dificuldade em dar partida, é o problema na chave ou no sistema que a reconhece. Genildo destaca hábitos, aparentemente inofensivos aos olhos mais distraídos, conseguem desconfigurar a chave. “Evite colocar a chave em cima da televisão, computador ou aparelhos eletrônicos que emitem frequência que possa dar interferência na configuração da chave”, o chefe de oficina evidenciou ainda que,  ao sentar ao redor de mesa com copos, evite colocar a chave no local, pois algum copo pode derrubar o líquido ou até mesmo a mesa estar molhada e danificar a chave. 

Se sua chave estiver apresentando algum defeito, é  possível realizar um teste para comprovar se o transtorno é causado pela atual chave. Basta utilizar a chave reserva e acompanhar como o carro reage, caso o veículo funcione, o problema pode ser falhas de leitura ou dano físico da chave oficial. Se a sua chave for original, é possível encontrar no manual do condutor modos de reprogramá-la. Contudo, se persistir a dificuldade, um profissional deve ser procurado.
 
Encontre seu veículo

Veículos

Últimas notícias

ver todas
18 de dezembro de 2018
17 de dezembro de 2018